Telas pintadas pelos artistas afro-americanos Kehinde Wiley e Amy Sherald estão disponíveis ao público da National Portrait Gallery a partir de hoje

Os retratos oficiais de Barack e Michelle Obama estarão disponíveis para apreciação do público a partir de hoje na National Portrait Gallery, em Washington. A telas, pintadas por dois artistas afro-americanos, se destacam das demais que figuram na coleção exibida na ala presidencial da galeria da rede de museus Smithsonian por fugirem do convencional.

Barack Obama e Kehinde Wiley na apresentação da tela em que retrata ex-presidente

O retrato do ex-presidente Barack Obama foi pintado por Kehinde Wiley, residente em Brooklyn, em Nova Iorque, conhecido pelas suas obras de grandes dimensões e com cores vibrantes. A tela da da ex-primeira-dama Michelle Obama foi idealizada por Amy Sherald, residente em Baltimore e vencedora do primeiro prêmio do Portrait Gallery’s 2016 Outwin Boochever Portrait Competition.

Michelle Obama e a artista Amy Sherald na galeria em Washington


Barack é retratado sentado numa cadeira de madeira que flutua num fundo de folhagens e flores densas, que não ofusca a aliança de casamento pintada na mão esquerda. Na tela de Michelle, a ex-primeira-dama surge sobre um fundo azul claro, com um vestido no qual predomina o preto e branco com formas geométricas, enquanto pousa o queixo sobre a mão direita.

National Portrait Gallery, em Washington tem ala com telas de todos ex-presidentes dos Estados Unidos, com imagens de rostos sisudos, a exceção de Bill Clinton, que até agora era o que tinha retrato menos convencional

Na divulgação dos quadros, a rede de notícias CNN destacou que Kehinde Wiley e Amy Sherald são os primeiros artistas afro-americanos a terem obras exibidas nesta importante galeria. Os dois foram escolhidos pessoalmente pelo casal Obama.
“Ninguém na minha árvore genealógica, tanto quanto eu sei, tem um retrato pintado”, disse Barack Obama, durante a apresentação da concorrida cerimônia, que contou com vários convidados, entre els o realizador Steven Spielberg e o ator Tom Hanks.
Um outro conjunto de quadros do casal Obama, que cumpriu dois mandatos presidenciais, de 2009 a 2017 ficará pendurado na Casa Branca.