A imagem que viralizou na internet não é de um beijo entre um judeu e um palestino, mas de um casal gay que quis enviar uma mensagem de paz ao mundo, segundo reportagem de El País

O suplemento Verne, do jornal espanhol El País, descobriu a história da foto que correu o mundo através das redes sociais na semana passada. Trata-se da imagem na qual aparece um homem com um kipá (típico chapéu dos judeus) e outro com um lenço palestino se beijando. A reportagem explica que não se tratam de um judeu e um palestino (muçulmano) e sim de dois italianos laicos que estavam fazendo turismo em Jerusalem.

“Fizemos a foto para provocar. Queríamos defender os direitos LGBTI+ diante de duas culturas, a judia e a muçulmana, que nem sempre se respeitam”, explicou a Verne o fotógrafo romano Matteo Menicocci, 30, que aparece vestido de palestino.

O fotógrafo e o namorado, o romano Riccardo Rocchi, 26 anos, contam que passaram os últimos dias de 2018 em Telavive (Israel), onde vivenciaaram bons momentos. “É uma das cidades com melhor ambiente gay do Mediterrâneo”, exultou Matteo. Contudo, relatam que no dia 29 de dezembro sofreram com alguns episódios homófobos na cidade.

No dia seguinte os dois partiram para Jerusalém. Na cidade tiveram a ideia de comprar o kipá e o lenço palestino para fazerem a foto. “Cremos que a comunidade LGTBI+ deve provocar para seguirmos lutando pelos nossos direitos”, justificou Matteo. Quando encontram o local ideal, pediram a um turista espanhol que fizesse a foto. Trata-se de Antonio Rodríguez Molina, oriundo de Málaga, na Espanha, que publicou a imagem em sua conta do Twitter com o seguinte comentário: “Amor livre 2.0 em 2019. Jerusalém”.

O casal pediu que Antônio fizesse uma foto com menos distância, que foi a que eles publicaram em seus perfis do Instagram. A partir de então, a imagem viralizou. Nas redes os comentários eram de que eram de um judeu e um palestino. A imagem também foi difundida pelo Reddit, um dos fóruns mais grandes da Internet, com o título: “Beijo entre um judeu e um palestino, pelo fotógrafo italiano Matteo Menicocci (2019)”.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

• שָׁלוֹם ✌🏼 سلام •

Uma publicação partilhada por Matteo Otto Menicocci (@matteomenicocci) a

No dia 15 de janeiro, a imagem chegou a vários meios de comunicação espanhóis. A difusão há história tomou conta das redes sociais no país nos dias 16 e 17, especialmente no Twitter. Até o perfil do Partido Socialista Obreiro Espanhol (PSOE) publicou a imagem, com o seguinte comentário: “Essa imagem dando a volta ao mundo é de um fotógrafo espanhol. Um judeu e um árabe. Um beijo contra a intolerância. Magnífica! Parabéns ao autor, o malaguenho Antonio Rodríguez”.

Segundo declaração ao El País, Matteo disse que não se sentiu incomodado pelo fato das pessoas terem acreditado que a imagem mostra um judeu e um palestino. “É o encanto da arte da fantasia. Estou orgulhoso de que muita gente tenha se reconhecido nesta foto e que sirva para reivindicar-nos. Uma imagem pode valer mais que mil palavras”, disse ao ressaltar: “Em nenhum momento dissemos que erámos judeus e palestinos. O único que queríamos era uma imagem de paz”. Conseguiram!