Mais de três mil pessoas, entre habitantes e turistas, vislumbraram neste 22 de fevereiro o prodígio luminoso que só acontece duas vezes por ano

Templo Abu Simbel está localizado na costa oeste do Rio Nilo

Mais de três mil pessoas, entre moradores e turistas, presenciaram neste 22 de fevereiro um fenômeno raro que  somente acontece em dois dias do ano no Egito. O sol iluminou o rosto do colosso do faraó Ramsés II no templo de Abu Simbel, na província de Asuán. O monumento, com quatro colossos, está na porta do templo, escavado na rocha..

O fenômeno, considerado uma maravilha astronômica, se produz em 22 de outubro, no aniversário de nascimento de Ramsés II e em 22 de fevereiro coincidindo com a celebração da data de sua coroação, e dura uns 20 minutos.

Os raios de sol atravessaram mais de 60 metros de profundidade e iluminaram as caras de três das quatro figuras albergadas no santuário: os deuses Ptah y Amón, o faraó Ramsés II, e o deus Ra, da esquerda à direita. Não é um feito casual, senão um produto de engenharia como poucos outros.

Primeiro se ilumina o rosto do faraó e na sequência o das divindades que estão ao seu lado. À sua direita o deus Amón (da saúde) e a sua esquerda o deus Ra (do sol). A quarta figura, do deus Ptah (do submundo), não é iluminada exatamente por pertencer à escuridão.

A antiga construção foi encarregada por Ramsés II, um dos faraós mais importantes de todo o Egito, em 1274 a.C. Antes, o templo recebia luz nos dias 21 de fevereiro e 21 de outubro. Em meados da década de 60, com a construção da represa de Asuán, no lago Nasser, um grupo de engenheiros da Unesco teve que transferir o santuário para evitar que fosse submergido.

Sua localização atual é na costa oeste do rio Nilo, no sul do país, mas se consegue produzir o mesmo prodígio luminoso, só que um dia mais tarde. No antigo Egito o feito que os raios de sol acariciassem o rosto de Ramsés II na data de outubro indicava o começo da temporada agrícola e em fevereiro o tempo da colheita. O faraó Ramsés II dominou o Egito entre os anos 1279 e 1213 antes de Cristo.