Façam suas apostas para a final da Copa do Rei: Vaias ou gritos de independência?

estelada-grande
Imagem de uma partida entre Barcelona e Real Madri. Ao fundo, a bandeira estelade, símbolo da independência. Camp Nou tem sido local de manifestações públicas dos catalães que desejam se separar da Espanha

Todos os holofotes da Espanha estão voltados neste sábado (30) para o Camp Nou, quando acontece o final da Copa do Rei, entre o Barcelona, time catalão, e o Atlhetic de Bilbao, equipe basca. A expectativa é de como se comportarão os quase cem mil torcedores que lotarão o estádio diante do novo rei Felipe VI. Há anos, sempre que há um time finalista da Catalunha ou do País Basco o rei é vaiado quando o hino da Espanha é tocado.

Felipe VI e Juan Carlos
Esta é a primeira vez que Felipe VI comparece à Copa do Rei depois de ter sido investido no trono da Espanha, antes ocupada por Juan Carlos

As vaias decorrem em protesto ao governo espanhol, que se nega a dialogar sobre as aspirações independentistas nas duas comunidades autônomas. Nas últimas finais da Copa do Rei em que equipes catalãs ou bascas estiveram em campo, as vaias foram dirigidas ao rei Juan Carlos, pai do novo monarca, que renunciou ao trono ano passado. Previamente o governo anunciou que punirá os dois times caso Felipe VI seja vaiado.

Este ano outro tipo de manifestação também poderá acontecer. A Assembleia Nacional Catalã (ANC), organização da sociedade civil que defende o processo soberanista está convocando os torcedores a clamarem durante o jogo pela independência. Nos anúncios, divulgados nas redes sociais, a ANC pede que as pessoas levem estelades – bandeiras símbolo do movimento – e repitam gritando a palavra independência quando tocar o hino da Espanha e também no minuto 17:14 da partida.

O número faz referência ao ano de 1714, quando depois de uma sangrenta guerra a Catalunha foi tomada pela dinastia Bourbon, que destituiu o então principado de todos os seus poderes e o subjugou definitivamente à coroa espanhola.

Outra proposta, ventilada pelo diretor geral dos Mossos D’Esquadra, Albert Batlle, é que ao invés de vaiarem o rei, os torcedores cantem Els Segadors, o hino da Catalunha. A ideia foi ventilada há um mês durante uma entrevista, sem haver organização para tal.

As apostas para a final da Copa do Rei estão abertas: Vaias ou gritos de independência?

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.