Polícia confirma Younes Abouyaaqoub como autor do ataque terrorista em Barcelona

Marroquino de 22 anos é apontado pela polícia como autor do atropelamento massivo nas Ramblas. Com isso, Pau Pèrez, morto a facados em carro usado por terrorista, entra na lista das vítimas do atentado

A cúpula dos Mossos d’Esquadra, a polícia da Catalunha, já confirma oficialmente que o condutor da van utilizada no ataque das Ramblas é Younes Abouyaaqoub, 22, que está foragido. Nascido em Mrirt, no Marrocos, ele é integrante da célula terrorista de Ripoll, que seria comandada pelo imã (líder religioso) Adelbaki Es Satty, que teria morrido na explosão na casa em Alcanar. A informação foi confirmada esta manhã pelo secretario de Interior da Catalunha, Joaquim Forn. Há uma ordem internacional de busca contra Younes.

Mossos d’Esquadra solicitaram ajuda da população e da imprensa para difundir imagens de Younes, acusado de atropelamento massivo nas Ramblas

Em entrevista na manhã desta segunda-feira, Forn pediu à imprensa e à população que difundisse as fotos de Younes para ajudar a polícia na busca do fugitivo.

Há ordem de busca internacional contra Younes Abouyaaqoub, acusado de conduzir a van que realizou atropelamento massivo nas Ramblas de Barcelona

As investigações apontam que após o atropelamento massivo, em que matou 13 pessoas e feriu mais de 135, Younes colocou óculos de sol e fugiu a pé por dentro do Mercado da Boqueria, se misturando a multidão. Ele vestia a mesma camisa polo de listras brancas e azuis em que aparece em imagens gravadas no dia anterior pela câmera de segurança de um banco em Ripoll.

Imagens divulgadas pelo jornal el País mostram Younes fugindo a pé dentro do Mercado da Boqueria,trajando camisa polo de listras brancas e azuis e usando óculos escuros


Do mercado seguiu pelo bairro do Raval e se dirigiu a pé até a Zona Universitária, num trajeto de mais ou menos uma hora e meia. Ali cruzou com Pau Pérez, que agora já é considerado a vítima número 15. Uma mulher morta no atentado ocorrido em Cambrils por integrantes da mesma célula a que pertencia Younes consta como a 14ª vítima.

Pau Pèrez teria sido esfaqueado por terrorista, que roubou seu carro para fugir

No estacionamento da Zona Universitária teria esfaqueado Pau Pérez, 34, que acabava de estacionar o seu Ford Focus branco. Pérez foi jogado dentro do carro, enquanto o terrorista assumiu o volante e seguiu pela avenida Diagonal para sair da cidade. Foi onde topou com um controle da polícia, que já havia ativado o plano antiterrotista e montado 800 bloqueios físicos, especialmente nas saídas de Barcelona. Fazia exatamente uma hora e meia do atentado.
Younes acelerou o carro, atropleou uma policial. Um dos agentes atirou contra o veículo, que seguiu em alta velocidade até o vizinho municipio de Sant Just Desvern. Ali abandonou o veículo no edifício Walden.
Quando o carro foi encontrado, a polícia imaginou que o dono do veículo teria morrido em função dos disparos feitos no bloqueio. No entanto, os peritos do instituto médico legal comprovaram que Pèrez foi morto a facadas.
Daquele ponto, Younes fugiu e perdeu-se seu rastro. Há a possibilidade de que tenha conseguido atravesar a frontera com a França.

Ghanno Gaanimi (de roupa listrada) pediu que o filho se entregasse à polícia durante manifestação da comunidade muçulmana de Ripoll no último sábado

Durante todo final de semana, a polícia catalã esteve fazendo investigações em Ripoll. Onde no sábado a mãe de Younes, Ghanno Gaanimi, clamou que o filho se entregasse à polícia. O apelo foi feito durante manifestação de repúdio ao atentado organizada pela comunidade muçulmana da pequena cidade.

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.