A conta Coronavírus (@CoronaVid19), escrita em espanhol, e que já conta com 414,4 mil seguidores no Twitter, faz comentários descontraídos, com pitadas de ironia, crònica social e comentários políticos

A chegada do Coronavírus à Espanha, onde até agora há 17 casos confirmados da doença, se converteu em material humorístico no Twitter. A conta Coronavírus (@CoronaVid19), perfil que publicou o primeiro tuite na terça-feira (25) já acumula 414,4 mil seguidores com apenas 162 postagens. Os comentários descontraídos, com pitadas de ironia, crítica social e até política, têm gerado milhares de me agrada e reproduções.

Há ofertas, como: “Anulo eventos por encargo” ou “Quer entrar no sorteio de uma licença médica? Ou piadas, a exemplo de: “No grupo de Whatsapp que estou com a Zika e a febre amarela estão propondo marcar um almoço. Quem se aponta?” ou “Me telefonou o Sarampo perguntando quem é meu Community Manager”.

A conta também faz comentários sobre notícias sobre a pandemia, que agora se espalha pela Europa, com maior número de casos na Itália, e já chegou a América do Sul com os primeiros registros no Brasil. “Já estou na América do Sul, minha gente!”, exclama em uma das postagens.


Nem os políticos escapam do @CoronaVid19. Com base em uma postagem do vice-primeiro-ministro da Espanha, Pablo Iglesias, que teve as atividades comprometidas esta semana por causa de uma amidalite o perfil recomendou: “Te abrigas, por acaso!”.


O perfil também trava uma disputa com outra conta no Twitter, protagonizada pelo perfil Gripe Común (@Gripe_Comun), que ameaça o Coronavírus: “Não durarás nem um p. inverno, palhaço”. Comentário ao qual o Coronavírus responde: “Eu vim para matar, não para discutir”.

REGISTROS – Apesar das brincadeiras da conta no Twitter, a Espanha está vendo os casos da pandemia cresceram em poucos dias. De ontem para hoje foram três casos de Coronavírus em pessoas que não se deslocaram para as zonas de risco e alegam que não tiveram contato com gente que viajou para estas áreas. Os casos são em Madri (2) e na Andaluzia (1). Por enquanto, os especialistas do Ministério da Saúde do país estão tentando confirmar se se tratam de casos autóctones ou não.

Em caso de positivo, isso pode mudar todo o protocolo sanitário do país, com medidas como fechamento de escolas e cancelamento de eventos multitudinários, como já está sendo feito em algumas regiões da Itália e na China. Em Barcelona, o maior evento de telefonia móvel do mundo, que se realizaria esta semana, foi cancelado, como noticiamos no post Mobile World Congress de Barcelona é cancelado por conta do coronavírus.