Diante do “pesadelo” Le Pen na França, União Europeia torce por Macron

Macron Le Pen sobria
Macron tem a preferência da comunidade europeia contra Le Pen, que almeja para França saída do bloco

Até o próximo dia 7 de maio, quando se realizará o segundo turno das eleições presidenciais francesas, a União Europeia (UE) viverá dias de pura tensão. Bruxelas treme com a possibilidade de vitória da ultradireitista Marine Le Pen, o que representaria um verdadeiro “pesadelo” para o grupo de países. A candidata da Frente Nacional advoga celebrar um referendo sobre a permanência na zona do Euro, seguindo caminho semelhante ao Reino Unido, o que poderia significar a implosão da UE.
A esperança de frear a marcha protecionista iniciad com o Brexit está nas mãos do centrista Emmanuel Macron, candidato que conquistou mais votos e concorrerá con Le Pen no segundo turno. Integrante do recém-criado partido Em Marcha, Macron é um europeísta sem complexos. Continue reading

Maquinaria repressiva espanhola não intimida Puigdemont, que garante referendo na Catalunha

El president Puigdemont, acompanyat del conseller Romeva, ha mantingut una trobada amb periodistes de mitjans internacionals.
Puigdemont, acompanhado do secretário Raul Romeva, em entrevista coletiva a jornalistas estrangeirosna Diada de Sant Jordi

A maquinaria repressiva do governo espanhol não amedronta o presidente da Catalunha, Carles Puigdemont (Juntos pelo sim). Em entrevista a jornalistas estrangeiros, que recebeu no Palácio da Generalitat ontem (23), na tradicional Diada de Sant Jordi (São Jorge), ele garantiu que fará um referendo sobre a independência até setembro.
“Não menosprezamos as ameaças, mas elas não nos paralizarão. Não contemplo outro cenário que não seja votar”, sentenciou. Em fevereiro passado, o primeiro ministro Mariano Rajoy (PP) deixou circular que poderá recorrer ao artigo 155 da Constituição, que permitiria a intervenção na administração catalã caso Puigdemont siga adiante com seu plano. Continue reading

Sant Jordi radiante na Catalunha

Sant Jordi Vale
A Diada de Sant Jordi (São Jorge), patrono da Catalunha, transcorreu num domingo primaveral radiante. Milhares de pessoas lotaram as ruas centrais de Barcelona, epicentro da festa, que teve versões animadas em todos os municipios do território. Na data, quando se celebra o Dia Mundial do Livro, a tradição é presentear com rosas e livros, que podem ser comprados nas ruas, onde são montadas bancas diversas.
Em torno dos pontos de vendas de editoras e livrarias, onde muitos escritores estiveram à disposição do público autografando seus lançamentos, muitas filas se formaram. No final do dia, o Grêmio de Livreiros anunciou que foram comercializados 1,6 milhões de exemplares durante a jornada. Continue reading

Ataque em Paris pode influenciar na eleição presidencial francesa

Quatro candidatos franceses
Le Pen, Fillon, Emmanuel e Mélenchon têm chances de passar para o segundo turno das eleições francesas

Os eleitores franceses irão às urnas neste domingo (23) votar no primeiro turno das eleições presidenciais sob o impacto do ataque extremista em Paris ocorrido há dois dias. A maior interrogação é se a ação, na qual um policial foi morto e o atacante foi abatido, terá influência no voto, permitindo a ascensão da candidata de extrema-direita Marine Le Pen. O ataque foi o terceiro pepretado este ano por seguidores do Estado Islâmico (EI).
A editora para a Europa da BBC News, Katya Adler, comerntou que pode ser fácil presumir que le Pen se beneficiará, já que sua campanha se baseia em segurança, imigração e fundamentalismo islâmico. Mas Adler acredita que os eleitores mais preocupados com a seguraça também poderão optar pelo experiente político conservador e ex-primeiro ministro François Fillon. Continue reading

Ataque dos EUA à Síria mudará o curso da história?

Siria Ataque EUA mapa
Imagem captada por satélite da Base Aérea de Shayrat, alvo do ataque norte-americano, divulgada pelo Departamento de Defesa dos EUA

O questionamento acima, feito em reportagem na rádio estatal russa Vesti FM, se propagou por todo o planeta nesta segunda-feira, 7 de abril. Não sem razão. Donald Trump, presidente dos Estados Unidos, instou os principais líderes mundiais a posicionarem-se diante da sangrenta guerra da Síria, após atacar com mísseis a uma base aérea das forças de Bashar al-Assad em Homs para destruir o seu arsenal. O que veio na sequência do ataque com armas químicas que na quarta-feira matou mais de 80 civis, incluindo dezenas de crianças.
A reação mais indignada partiu da Rússia, aliada de Assad, que afirmou que o ataque “viola a lei internacional”, e foi “preparado antes dos eventos em Idlib” e lançado “sob um pretexto inventado”. Por outro lado, Trump recebeu apoio do presidente da França, François Hollande, da chanceler alemã, Angela Merkel, o ministro de Defesa britânico, Michael Fallon, e o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk. Continue reading

Terrorismo golpeia Rússia com ataque ao metrô

Russia metro ataque
Explosão destruiu portas do comboio na cidade de São Petesburgo

O terrorismo voltou a golpear a Rússia, nesta segunda-feira (03), com um atentatado a bomba no metrô de São Petersburgo. O ataque causou ao menos dez mortes e dezenas de feridos. Segundo a agência Tass, as vítimas são todas de nacionalidade russa. Sete pessoas morreram no local, uma na ambulância e outras duas no hospital. Os feridos foram transportados para hospitais.
O ataque coincidiu com a visita do presidente ruso, Vladimir Putin, que estava na cidade recepcionando o presidente bielorrusso Alexander Lukashenko. A explosão aconteceu quando o comboio passava por um túnel. Mesmo assim, o maquinista seguiu e só parou na estação seguinte. As imagens do atentado se espalharam rapidamente pelas redes sociais, com corpos ensanguentados estendidos na frente de um vagão com as portas arrancadas pela força da explosão. Continue reading

Brexit abre guerra entre Reino Unido e Espanha por causa de Gibraltar. Escócia e Catalunha no tabuleiro

Gibraltar 2
Gibraltar é território britânico desde 1713, mas Espanha reclama sua soberania

Manobra política da Espanha junto ao Conselho Europeu (CE) está gerando tensão por conta do território de Gilbraltar, sob jurisdição do Reino Unido. O governo de Madri convenceu o presidente do CE, Donald Tusk, a incluir na proposta de orientações para as negociações do “Brexit” uma cláusula atestando que “nenhum acordo entre a UE e o Reino Unido pode aplicar-se ao território de Gibraltar sem o acordo bilateral entre Espanha e o Reino Unido”.
Se a cláusula for mantida na versão final do texto, que será votado em 29 de abril pelos demais 27 Estados-membros, Madri obterá direito de veto sobre o futuro econômico de Gibraltar. Com uma população de pouco mais de 32 mil pessoas, a ilha é território britânico desde 1713, mas Espanha reclama a soberania sobre o “Rochedo”. Continue reading

Trump, Moonlight e La La Land

Por Cesar Vanucci *

“Trump, mesmo não compondo o corpo de jurados,
teve influência marcante no resultado do Oscar”.
(Antônio Luiz da Costa, educador)

Trump Moon La la Land

Confesso, em lisa verdade, nada ter lido ou ouvido, de qualquer fonte qualificada, a respeito da hipótese aqui agora levantada. Mas, não me surpreenderei nadica de nada se, numa dada hora, inesperadamente, pintar no pedaço a revelação de que a incrível trapalhada produzida ao vivo e em cores, para centenas de milhões de espectadores, ao ensejo da entrega do “Oscar”, foi fruto de calculada e ousada marquetagem. Sacumé, no mundo dos negócios do entretenimento de alta rentabilidade prevalecem, não poucas vezes, razões que a própria razão desconhece…

Na semana que antecedeu a noitada de gala marcada pela histórica gafe, assisti várias fitas selecionadas pelo corpo de jurados de Hollywood na disputa das estatuetas. Entre elas, o badalado “La La Land”. Da lista apontada só ficou faltando, pra ser visto, o “Moonlight”, que acabou, como sabido, no frigir dos ovos, arrebatando o troféu mais cobiçado entre as premiações. Animei-me a ver o filme logo no dia seguinte. Continue reading

Terror no centro de Londres

Terrorista Londres morto
Responsável pelo ataque, abatido pela polícia, foi identificado como Abu Izzadeen, de 41 anos, um pregador islâmico de origem jamaicana recém saído da prisão.

Um ataque terrorista ocorrido no coração de Londres nesta quarta-feira (22) terminou com quatro mortos e mais de vinte feridos. Entre eles dois civis que transitavam pela ponte de Westminster, um policial e o atacante, que foi morto a tiros ao tentar entrar no parlamento britânico. O autor do atentado foi identificado como Abu Izzadeen, de 41 anos, um pregador islâmico de origem jamaicana recém saído da prisão.
Segundo a polícia, o homem nascido no Reino Unido mudou o nome de Trevor Brooks para Abu Izzadeen após se converter ao islamismo. Era conhecido pelos seus discursos de ódio e, segundo o International Business Times, saiu recentemente da prisão, onde esteve por ter cometido crimes relacionados com terrorismo. Segundo o The Independent, há vídeos no YouTube em que Abu Izzadeen diz ser importante matar policiais e admite que todos os que estão no parlamento são infiéis. Continue reading

Ryan, 7 anos, encanta Estados Unidos com empresa de reciclagem

Menino reciclagem 2
Ryan tornou-se dono de empresa que toca com ajuda do pai

Ryan Hickman, de apenas 7 anos, é o idealizador da Ryan’s Recicling Company, situada em Orange County, na Califórnia. Atua como funcionário, gerente e CEO da empresa de reciclagem que toca com a supervisão do pai Damion. O propósito de preservar o meio ambiente foi despertado aos 3 anos quando visitou o centro de reciclagem rePlanet.
No dia seguinte, decidiu começar a recolher o lixo do bairro e até agora já reciclou mais de 200 mil garrafas e latas. Com a atividade já ganhou mais de 11 mil dólares (34,6 mil reais). A intenção de Ryan segundo ele próprio afirma é, acima de tudo, salvar o ambiente: “As garrafas vão para o oceano e depois os animais ficam doentes e morrem”, disse à rede de noticias CNN. Continue reading