Imagens registradas das praias de de Bournemouth, Christchurch e Poole, acendeu alerta do governo britânico, que está iniciando desecalada de isolamento contra Covid-19

Imagens das praias do reino Unido preocupam autoridades britânicas
Imagens das praias do reino Unido preocupam autoridades britânicas

O governo avisou que está disposto a fechar as praias do Reino Unido após milhares de pessoas “invadirem” os espaços para tomar banho e sol, sem respeitar a distância física exigida para evitar contágios pelo coronavírus. As imagens das praias de Bournemouth, Christchurch e Poole, lotadas, ontem, estarrreceram as autoridades, que estão dando curso à desescalada do isolamento no país. As temperaturas nestes locais já superam os 30 graus.

O ministro de Saúde, Matt Hancock, disse hoje em entrevista à emisora TalkRadio que tem poder para fechar as praias se as pessoas não respeitarem as regras de distanciamento social de mais de um metro. “Estou relutante em utilizar este poder porque tivemos um confinamento bastante duro e quero que todo mundo possa disfrutar do sol. Mas a chave para fazer isso é respeitar as regras”, acrescentou.

O diretor médico de governo britânico, Chris Whitty, usou sua conta no Twitter para alertar à população sobre o risco de contágios e de um novo incremento de caso se nã há distância física. “Se não seguimos as diretrizes de distanciamento social, então os casos voltarão a aumentar. É natural que as pessoas queiram disfrutar do sol, mas temos que fazê-lo de maneira segura para todos”, ressaltou.

As imagens das praias lotadas produzidas ontem (25) foram amplamente difundidas pelos meios de comunicação nesta sexta-feira. Havia de tudo, menos distanciamento social. O deputado conservador Tobías Ellwood, cuja circunscrição é Bournemouth, famosa por sua praia, disse que muita gente optou por ser “não apenas irresponsável, senão perigosa”. “Fizemos muitos progressos para barrar a pandemia. Não gostaria de ver a Bournemouth como o lugar do Reino Unido onde se produzirá um segundo pico” do coronavírus.

De acordó com os último dados oficiais, o número de mortes confirmadas por teste de COVID-19 noReino Unido já chega a 43.230, após somar mais 149 óbitos registrados nas últimas 24 horas. O governo anunciou esta semana a reabertura de comércios que não sejam de primeira necessidade, assim como de hotéis, bares e restaurantes, entre outros estabelecimentos, a partir de 4 de julho. Isso após o registro de uma forte queda nos casos de coronavírus.