Boa notícia: OMS declara Libéria livre do Ébola

Ebola2
O vírus matou 11,3 mil pessoas na África, sendo 4,8 mil na Libéria

A Organização Mundial de Saúde (OMS) declarou, nesta quinta-feira (14), a Libéria livre do vírus do Ébola, após 42 dias sem registo de qualquer caso. O vírus matou 11,3 mil pessoas na África, sendo 4,8 mil na Libéria, localizada na parte ocidental do país, desde dezembro de 2013. O período sem aparição da doença representa dois ciclos de encubação do Ébola, de 21 dias cada. Uma boa notícia, que fecha o ciclo pandêmico, com Libéria, Serra Leoa e Guiné livres da doença.
A OMS alerta, contudo, que não se deve baixar a guarda e não descarta a aparição de novos casos, apelando a uma forte vigilância por parte das autoridades sanitárias. A Comissão Europeia congratulou-se pelo anúncio da OMS, recordando o contributo europeu de quase 2 milhões de euros para combater a propagação do vírus. Os recursos foram aplicados em ajuda humanitária, assistência técnica, ajuda ao desenvolvimento e procura de vacinas e tratamentos.
“Hoje, a OMS declara o fim da epidemia de Ébola na Libéria e afirma que todas as cadeias de transmissão conhecidas na África Ocidental foram cessadas”, indicou a instituição, com sede em Genebra (Suíça). “A batalha contra a doença foi vencida”, salientou o comissário europeu para a Ajuda Humanitária, Christos Stylianides, lembrando que “há um ano, o fim da epidemia do Ébola parecia inimaginável”.
Iniciada em dezembro de 2013 na Guiné-Conacri, a epidemia propagou-se depois aos vizinhos Libéria e Serra Leoa, três países que concentraram 99% dos casos, bem como à Nigéria e Mali. Em dois anos, o vírus da doença, identificado pela primeira vez há quatro décadas, chegou, importada, a Espanha e aos Estados Unidos, tendo afetado 28.637 pessoas e vitimado mortalmente 11.315 delas.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.