Greenpeace soterra Boris Johnson em lixo plástico para denunciar política de reciclagem britânica

Vídeo de campanha da ONG acusa governo britânico de enviar grandes quantidades de plásticos para outros países, onde material não é reciclado

Enquanto faz um discursso enaltecendo a política de reciclagem do Reino Unido, o primeiro-ministro Boris Johnson é soterrado por toneladas de resíduos plásticos que se espalham ao redor da área onde está a residência oficial do chefe do executivo britânico. A cena faz parte do vídeo da campanha lançada pelo Greenpeace para denunciar que grande parte do plástico que o governo afirma ser reciclado é, na verdade, enviado para países estrangeiros A peça é estrelada por um boneco retratando Johnson em frente à residência oficial de Downing Street no qual se mostra as quantidades industriais de resíduos plásticos que são gerados todos os dias no Reino Unido e que não podem ser reciclados.

WASTEMINSTER” – A campanha foi chamada de “Wasteminster”, um trocadilho com a palavra “waste”, inglês, que significa “lixo”, e Westminster, o bairro do centro de Londres onde fica a residência de Johnson. Este icônico e conhecido lugar de Londres serve aos autores da campanha para dimensionar a enorme quantidade de plástico que vai parar nos países do Terceiro Mundo.

DISCURSO E REALIDADE – A ironia da campanha é explorar o contraste entre o discurso do governo e a retórica  – os autores dizem que usaram citações textuais de Boris Johnson e seu ministro presidencial, Michael Gove) e a realidade: “O governo do Reino Unido é um líder mundial na luta contra a poluição por plástico e podemos estar extremamente orgulhosos do que estamos fazendo.” “Proibimos canudos de plástico, leques de plástico e bastonetes de algodão para garantir que reverteremos a onda.” “É hora de o mundo realmente acordar dos danos causados ​​ao meio ambiente e do grande volume de plástico que está sendo despejado nele.”

Na campanha, o Greenpeace afirma que o Reino Unido é o segundo país do mundo na produção de resíduos plásticos per capita, atrás apenas dos Estados Unidos e que, de fato, o país não tem capacidade para reciclar a maior parte: “O que você vê no filme é a quantidade de plástico que jogamos fora todos os dias em outros países. Isso é uma média de 1,8 milhão de libras por dia, ou 688.000 toneladas por ano de nosso lixo plástico que alimenta emergências de saúde contra a vida selvagem em todo o mundo”, afirma a ONG.

A campanha usa como base um estudo que afirma que quase 40% das “exportações” de resíduos plásticos do Reino Unido vão para a Turquia. Também que a legislação proíbe essas exportações se não houver garantias de que serão recicladas, e denuncia que a grande maioria acaba queimada a céu aberto ou jogada no meio ambiente.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.