Painel gigante com imagem de Aylan Kurdi estampada diante do Banco Central Europeu

Aylan Mural
Legenda: Os artistas Justus Becker (D) e Oguz Sen em frente à pintura de Aylan en Frankfurt. FOTO: KAI PFAFFENBACH/REUTERS

Para simbolizar o drama dos refugiados da guerra da Síria, os artistas Justus Becker e Oguz Sen pintaram um grande mural em frente à sede do Banco Central Europeu (BCE), em Frankfurt, na Alemanha. Nele, reproduzem a imagem do pequeno Aylan Kurdi, que morreu afogado junto com o irmão e a mãe na costa turca, em setembro de 2015, quando tentava chegar à Grécia.
O mural de 120 metros, estampado em uma parede às margens do rio Main, é visível desde a margem oposta, onde está o BCE. A pintura foi concluída na última quinta-feira (10), três dias depois do anúncio do acordo entre a União Europeia e Turquia para deportar os refugiados que chegarem a solo grego.

Aylan Grafiti geral
Panorâmica do painel sobre Aylan e o Banco Central Europeu, em Frankfurt / FOTO: K. P. REUTERS

Segundo os artistas, o painel permanecerá no local até o próximo outono europeu, exposta a pedestres, motoristas e navegantes. E bem à vista das autoridades europeias que circulem em qualquer um dos 45 andares do edifício do banco. A guerra da Síria, que completou cinco anos nesta semana, já desalojou mais da metade da população do país e causou a morte de aproximadamente 300 mil pessoas.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.