*Por Flávio Carvalho

Entreguista. Bolsonaro foi eleito (também) para entregar as empresas públicas brasileiras ao capital internacional. Os brasileiros que moram na Espanha, (também) prejudicados por ver o patrimônio público do nosso país ser destruído dessa maneira, alertamos nossos parentes e amigos: é importante prevenir, antes de sermos obrigados a tentar remediar o que pode ser tarde demais. O movimento sindical brasileiro, por exemplo, deve estar preparado – com o apoio de toda população e todos os demais movimentos sociais – para o pior que pode vir.

E o pior (ainda) é que a Espanha é hoje o segundo país que mais dinheiro ganha com o Brasil – um evidente retorno do acúmulo de investimentos privados do capital espanhol, de mãos dadas com o atual Gobierno, que se diz “socialista”. Mas se fosse somente ganhar dinheiro… esse não seria o problema. O problema é tratar bem nossos cidadãos. Uma intrigante pergunta: porque os bancos espanhóis, por exemplo, dão péssimo exemplo de atendimento (filas imensas) no Brasil, e na Espanha quase não há filas para o seu atendimento bancário? A Espanha não cansa de divulgar que seus grandes bancos, sua petroleira Repsol, sua maior empresa de telefones, Telefônica, ganha mais dinheiro no Brasil que na própria Espanha. ¿Qué pasa, entonces? Bienvenidos a España…

“Recentemente, sentimos muitas vozes preocupadas pelo futuro do Aeroporto de Barcelona (sob gestão da espanhola AENA)”, Janet Sanz, Prefeitura de Barcelona, 5/2/2020.

1.Quem melhor conhece as más práticas de AENA, a empresa a quem Bolsonaro “deu” a gestão de importantes aeroportos brasileiros como o de Recife, são os seus próprios trabalhadores. Leia aqui sua opinião. Aviso que não é favorável à empresa.

2. AENA está quebrada financeiramente? Então como ganhou a privatização dos principais aeroportos do Nordeste do Brasil?

https://cincodias.elpais.com/cincodias/2019/10/30/mercados/1572434035_108405.html

3. O próprio partido do (atual) Presidente da Espanha, socialista, denunciava – no link abaixo-  a péssima gestão de AENA.

https://www.larazon.es/economia/el-psoe-pide-el-cese-del-presidente-de-aena-por-la-situacion-de-el-prat-JH15746096/

4.Mesmo no aeroporto mais lucrativo da Espanha, Barcelona, AENA é o pior exemplo de gestão. Aqui os deixo com um vídeo explicativo.  

A reação já começou, nesse escrito (em post público no Facebook), o jornalista Jonatas Campos , por exemplo, denuncia:

Sai da administração a INFRAERO, uma das empresas estatais mais eficientes e premiadas do Brasil, detentora de diversos prêmios internacionais!!⁣⁣

Entra na administração a Aena Desarrollo Internacional, empresa ESTATAL ESPANHOLA que agora manda no Aeroporto que ERA administrado pela ESTATAL BRASILEIRA. ⁣

Como a Infraero, empresa estatal brasileira premiada internacionalmente, pensava com a visão de Estado, o lucro de um aeroporto servia para manter o serviço funcionando com qualidade em outros menos lucrativos. VISÃO DE ESTADO. ⁣

Agora, com a empresa ESTATAL ESPANHOLA mandando em um dos aeroportos mais organizados do Brasil, como ficarão os menos lucrativos que precisam de suporte?⁣⁣

Interessante é ver general-brigadeiro-coronel e não sei o quê mais, ¡muy nacionalista!, feliz da vida porque saiu a ESTATAL BRASILEIRA e entrou a ESTATAL ESPANHOLA. !Arriba! ⁣

*Fláviio Carvalho é sociólogo e reside em Barcelona desde 2005 (cbrasilcatalunya@gmail.com)

@1flaviocarvalho

@quixotemacunaima